fbpx

A força dos pioneiros na construção da Paróquia

 

Na Londrina de ruas de terra, do ar vermelho da poeira, do cheiro de mata, características presentes nas lembranças daqueles que viveram em nossa cidade, muitos foram os pioneiros que enfrentaram corajosamente dificuldades sem imaginar que aquela cidade que construíram, em menos de 60 anos, seria a 3ª maior do sul do Brasil. Foi neste espírito de pioneirismo e empreendedorismo que começou a nossa história.

Em 9 de novembro de 1958, o então bispo Dom Geraldo Fernandes reuniu um grupo de residentes entre as paróquias da Vila Nova e Vila Casoni com o objetivo de discutir os assuntos relativos a fundação da nova paróquia devido ao crescimento da população e da extensão territorial da diocese atendendo as necessidades dos moradores da região.

Com a chegada das Santas Missões realizadas pelos padres redentoristas em março de 1960, com determinação e fé que são característicos aos que iniciam uma nova missão, pioneiros construíram, dois dias antes da chegada dos missionários, no terreno doado pelo casal Mario Diniz de Oliveira e Marina Marcantonio de Oliveira onde hoje se encontram a igreja e o salão paroquial, o primeiro barracão, com quatro estacas e coberto com lona, para a celebração das missas cujo altar era montado sobre um tablado. Após alguns dias foi trazido de Tamarana o sapé para cobrir o barracão. Para maior conforto dos paroquianos o chão foi coberto com palha de arroz e a área externa com pó de serra. O cruzeiro foi feito em uma serraria localizada na Vila Casoni e trazido carregado nas mãos pelos homens da comunidade. Uma procissão com aproximadamente 200 pessoas entoando cantos e rezando acompanhou o trajeto e a instalação do cruzeiro.

A primeira missa foi celebrada pelo missionário Pedro Ávila Megda no dia 20 de março às 6 horas. Durante os quinze dias das Santas Missões os paroquianos eram convidados pelos missionários que com um alto falante percorria as ruas do bairro cantando cânticos marianos e rezando o terço.

O primeiro pároco de nossa Paróquia, Egídio Battocchio, missionário carlista, assumiu também a responsabilidade de continuar a construção da Igreja e de formar uma nova comunidade.

O trabalho comunitário, a colaboração e a união de várias famílias foram fundamentais para a construção desta, que é hoje uma das grandes comunidades da Arquidiocese de Londrina.

Esta comunidade que hoje tem 59 anos, comemorado no dia 15 de agosto, é o resultado do trabalho de missionários, padres e leigos que empreenderam com fé, amor e dedicação para que novas gerações conhecessem exemplos de união, colaboração, fraternidade, fé e amor que constroem aqui e agora o Reino de Deus.

Fonte: Livro Tombo

 

Missionário redentorista Pedro Ávila Megda na frente do primeiro barracão, com quatro estacas e coberto com lona.

 

O cruzeiro foi carregado pelos homens da comunidade.

 

O Cruzeiro foi levantado no local onde seria construido a Igreja

 

A primeira missa foi celebrada pelo missionário Pedro Ávila Megda no dia 20 de março de 1960.

 

Primeira Missa na Igreja em Construção, com a presença de Dom Geraldo Fernandes em 08 de outubro de 1961

 

Primeira Fachada em 1965

 

Parte interna da Paróquia – 1965

 

Reforma da Fachada em 1978

 

Fachada da Paróquia em 1998

 

Fachada da Paróquia em 1999

 

Fachada Atual

 

Nossa Senhora da Paz

 

Parte Interna da Paróquia